Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

São Paulo confirma nona morte e número de óbitos no País chega a 11

Índice de letalidade está em 1,2%; além de São Paulo, Rio de Janeiro concentra dois falecimentos; todas as vítimas são idosas

Priscila Mengue e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

20 de março de 2020 | 17h21
Atualizado 27 de março de 2020 | 08h35

O número de mortes confirmadas por coronavírus no Estado de São Paulo subiu para nove, segundo balanço divulgado na tarde desta sexta-feira, 20, pela Secretaria Estadual da Saúde. Os quatro novos óbitos confirmados são de idosos com "comorbidades", três são homens (de 70, 80 e 93 anos) e um é de uma mulher de 83 anos. Com os novos registros, o número de mortes por coronavírus no País sobe de seis para 11.

O Estado já havia noticiado a morte do homem de 70 anos na tarde desta sexta-feira. Até o momento, o Estado de São Paulo tem 396 casos confirmados da doença, segundo o Ministerio da Saúde.

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Brasil aumentou 45% de quinta para esta sexta, enquanto o número de mortes quase dobrou. De acordo com o Ministério da Saúde, houve aumento de 621 casos para 904. O índice de letalidade está em 1,2%.

De acordo com levantamento do Ministério da Saúde, São Paulo concentra a maior parte dos casos (396), seguida pelo Rio de Janeiro (109), Distrito Federal (87), Ceará (55), Rio Grande do Sul (37), Minas Gerais (35), Bahia (33), Paraná (32) e Pernambuco (30). Os demais estados apresentam menos de 30 casos cada até o momento.

A região Norte é a que registra o menor número de casos, com apenas 15 no total.  

Todas as mortes por coronavírus no Brasil

16 de março

Homem de 62 anos, diabético e hipertenso, morreu no Hospital Sancta Maggiore (administrado pela operadora Prevent Senior) em São Paulo.

A primeira vítima estava fora da contagem oficial de infectados, que é informada diariamente pelo Ministério da Saúde. Ele ficou três dias internado e morreu seis dias após os primeiros sintomas. O resultado do teste só foi recebido após o óbito.

17 de março

Mulher de 63 anos, diabética e hipertensa, morreu no Hospital Municipal Luiz Gonzaga, na cidade de Miguel Pereira (RJ). 

Na data da morte, ela ainda não havia sido diagnosticada com coronavírus. Mas sabia-se que a vítima trabalhava na capital e esteve em contato direto com a empregadora, que chegou da Itália e testou positivo para o covid-19.

O gabinete de crise do governo estadual confirmou o diagnóstico de coronavírus no dia 19 de março. 

18 de março

Homem de 65 anos, com histórico de doença (não detalhado), morreu no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo. Ele ficou internado durante três dias. 

18 de março

Homem de 80 anos, sem histórico de enfermidade, morreu no Hospital Sancta Maggiore, em São Paulo. Ele ficou internado durante três dias.  

19 de março 

Homem de 69 anos, diabético e hipertenso, que morava em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

A segunda vítima registrada no Estado havia tido contato com uma pessoa que chegou de viagem do exterior. 

19 de março

Vítima morreu em um hospital administrado pela Prevent Senior em São Paulo.

A Prevent Senior não divulgou mais detalhes sobre as duas mortes ocorridas neste dia. 

19 de março

Vítima morreu em um hospital administrado pela Prevent Senior em São Paulo.

20 de março

Homem de 70 anos com histórico de doença morreu no Estado de São Paulo.

20 de março

Homem de 80 anos com histórico de doença morreu no Estado de São Paulo.

20 de março

Homem de 93 anos com histórico de doença morreu no Estado de São Paulo.

20 de março

Mulher de 83 anos com histórico de doença morreu no Estado de São Paulo.

Para Entender

Coronavírus: veja o que já se sabe sobre a doença

Doença está deixando vítimas na Ásia e já foi diagnosticada em outros continentes; Organização Mundial da Saúde está em alerta para evitar epidemia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.