Victor Moriyama / NYT
Victor Moriyama / NYT

São Paulo registra 1.095 mortes pela covid em 24 horas e média móvel chega a 862

Ao todo, 85,475 pessoas já perderam a vida para o coronavírus no Estado

João Ker e Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2021 | 13h23
Atualizado 14 de abril de 2021 | 15h10

Correções: 14/04/2021 | 15h10

São Paulo registrou nesta quarta-feira, 14, 1.095 mortes por covid-19 nas últimas 24h. Na média móvel chegou a 862 mortes e mostro uma tendência de crescimento. Só para se ter uma ideia de comparação, a marca mais alta no Estado é de 1.389 mortes registradas, no dia 6 de abril. Este mês tem sido o pior para São Paulo, com registros acima de mil óbitos em seis dias até o momento.

Durante coletiva de imprensa nesta tarde, o secretário estadual da Saúde Jean Gorinchteyn afirmou que houve uma “boa evolução” nos índices da pandemia em São Paulo, atribuída por ele ao faseamento vermelho e à fase emergencial. De acordo com ele, as mortes pela covid, que tiveram aumento de 13% na última semana, “não configuram o momento atual da dinâmica da epidemia no nosso Estado”.

Ainda nesta quarta-feira, 14, o Estado tem 11.798 pacientes da covid internados em UTIs, cuja taxa de ocupação está em 86,4%, contra 84,9% na Grande São Paulo. Ao todo, já foram registrado 2.686.031 testes positivos para o coronavírus e 85.475 vidas perdidas para a doença no Estado. 

Correções
14/04/2021 | 15h10

A matéria informou incorretamente que 2.095 mortes foram registradas nesta quarta-feira, dia 14, em São Paulo. Portanto, erramos também ao afirmar que houve recorde de falecimentos no mesmo período. O número correto foi de 1.095 mortes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.