NILTON FUKUDA/ESTADÃO
NILTON FUKUDA/ESTADÃO

São Paulo tem 853 mortes pelo novo coronavírus, 75 nas últimas 24 horas

De acordo com balanço da Secretaria Estadual da Saúde, são 11.568 casos no total, 525 novos casos nas últimas 24 horas

Bruno Ribeiro e Ludimila Honorato, O Estado de S.Paulo

16 de abril de 2020 | 15h52

SÃO PAULO - Estado mais atingido pela epidemia do novo coronavírus, São Paulo já tem 853 óbitos pela doença. Foram 75 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com balanço da Secretaria Estadual da Saúde divulgado nesta quinta-feira, 16. Na capital paulista, são 603 mortes.

Os casos confirmados são 11.568, com 525 novos casos nas últimas 24 horas.

De acordo com o governo do Estado, 199 municípios já foram afetados pela doença e 83 deles já têm registro de óbito.

O sistema de saúde estadual e municipal já sofrem com sobrecarga em leitos de UTI, principalmente na capital e na região metropolitana. Na capital paulista, segundo o prefeito Bruno Covas (PSDB), "já existem hospitais municipais com 100% de ocupação dos leitos de UTI e a rede já conta com mais de 60% das vagas ocupadas."

O Instituto de Infectologia Emílio Ribas, referência no setor, já tem todos os 30 leitos de UTI ocupados. O quadrilátero que inclui o centro médico e o Hospital das Clínicas já tem 80% de ocupação.

De acordo com o governo do Estado, a taxa de isolamento se manteve em 50% nesta quarta-feira, 15, número registrado tanto na segunda quanto na terça-feira. O ideal para controlar a disseminação da doença, segundo o gestão Doria, é 70%. O governo afirma que uma taxa baixa de adesão pode fazer com que o número de leitos disponíveis no sistema de saúde não seja suficiente para atender a população.

Receba no seu email as principais notícias do dia sobre o coronavírus. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.