Satélite japonês assume órbita correta ao redor da Lua

Missão orbital deverá iniciar suas observações científicas em medaos de dezembro, segundo a Jaxa

23 de outubro de 2007 | 17h32

A Agência Japonesa de Exploração Espacial (Jaxa) informa que sua primeira sonda lunar, a Kaguya/Selene entrou em órbita prevista, e que tanto o satélite principal quanto os dois "satélites-bebês" que compõem a missão estão em boas condições.   Com isso, informa a Jaxa, a missão passa de sua fase crítica e entra em fase de verificação, que deve durar até dezembro, quando a sonda iniciará suas observações científicas regulares.   A Kaguya/Selene foi lançada por um foguete japonês H-2A em 14 de setembro, da base de Tanegashima.   O Japão foi o primeiro país da Ásia a lançar um programa de exploração lunar, mas não é o único. A China pretende lançar, nesta quarta-feira, 24, sua primeira missão à Lua.     O lançamento da sonda Chang'e 1 está marcado para as 8h (horário de Brasília) de quarta-feira, mas poderá ocorrer até dois dias depois, dependendo das condições climáticas, afirmou o porta-voz da Administração Espacial Nacional da China, Li Guoping.

Tudo o que sabemos sobre:
japãoluasondaselenekaguya

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.