Satélite NPP da Nasa apresenta primeira imagem

Instrumento VIIRS captou áreas do Canadá, da Flórida e da costa norte da Venezuela; dados foram obtidos a partir da primeira órbita completa do NPP

Estadão.com.br,

23 Novembro 2011 | 15h43

Responsável por fazer imagens radiométricas do globo terrestre a bordo do satélite NPP da Nasa - o primeiro lançado pela agência norte-americana para coletar dados sobre as mudanças climáticas -, o Instrumento VIIRS (do inglês Visible Infrared Imager Radiometer Suite) enviou à Terra a primeira imagem feita do espaço nesta última segunda-feira, 21.

O VIIRS é um dos cinco instrumentos do novo satélite, que foi lançado em 28 de outubro e atingiu sua órbita final a uma altitude de 824 km. “Essa imagem é um passo grande em direção ao sucesso do VIIRS e da missão do NPP”, disse James Gleason, cientista da nasa envolvido com o projeto NPP.

Chamado Projeto Preparatório NPOESS (NPP, sigla que corresponde às palavras em inglês para o sistema de satélite ambiental com órbita polar), o primeiro satélite de observação das mudanças climáticas da agência espacial norte-americana (Nasa) está viajando ao redor da Terra a 16.640 milhas por hora (oito quilômetros por segundo).

 

 

 

A imagem acima é apresentada com o globo terrestre ao fundo e mostra uma ampla faixa do leste da América do Norte, a partir da Baía de Hudson, no Canadá, passando pela Flórida até a costa norte da Venezuela. Esse trabalho foi feito pela equipe do NPP no Centro de Engenharia e Ciência Espacial da Nasa, na Universidade de Wisconsin, em Madison. Os especialistas criaram a imagem utilizando três canais (vermelho, verde e azul) de dados apresentados pelo VIIRS. Essas informações foram obtidas a partir da primeira órbita completa do NPP com o VIIRS completamente ligado e processadas na Agência de Pesquisa Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (Noaa, pela sigla em inglês), localizada em Suitland.

 

 

Nessa segunda versão, a imagem traz uma visão mais aproximada das regiões captadas pelo instrumento VIIRS, criado para coletar imagens radiométricas da Terra, a bordo do satélite NPP.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.