Tiago Queiroz/Estadão
Tiago Queiroz/Estadão

Saúde anuncia quarta dose contra a covid para idosos acima de 80 anos em todo o País

Imunizante deve ser, preferencialmente, da Pfizer e aplicação será quatro meses após a primeira dose de reforço

Renata Okumura, O Estado de S.Paulo

23 de março de 2022 | 17h03

SÃO PAULO - O Ministério da Saúde anunciou na tarde desta quarta-feira, 23, a recomendação para a aplicação da quarta dose da vacina contra a covid-19 em idosos acima de 80 anos de todo o País. A nova orientação já consta em nota técnica publicada pela pasta. Conforme o Estadão antecipou na segunda-feira, 21, fontes do governo disseram que uma nova rodada deveria ser divulgada em breve.

A estimativa é que 4,6 milhões de brasileiros sejam imunizados. São Paulo e Mato Grosso do Sul já se anteciparam e estão imunizando essa faixa etária. A partir de agora, outros Estados já podem iniciar essa etapa da campanha nacional de vacinação para esse público. 

A recomendação é que o imunizante aplicado deve ser, preferencialmente, da Pfizer e de maneira alternativa usadas as vacinas da Janssen e Astrazeneca, independentemente da dose utilizada anteriormente. A aplicação deve ocorrer quatro meses após a administração da terceira dose.

De acordo com o ministério, a recomendação foi discutida pelos especialistas da Câmara Técnica Assessora em Imunizações (CTAI), que consideraram a situação epidemiológica do Brasil e a redução da efetividade das vacinas, principalmente entre as faixas etárias mais avançadas. 

"Segundo os estudos, a diminuição da efetividade das vacinas em idosos, a partir de três a quatro meses depois da aplicação, também pode ser explicada pelo envelhecimento natural do sistema imunológico, o que exige uma estratégia diferenciada para a proteção desse grupo", disse, em nota.

O Ministério da Saúde já recomenda a aplicação da quarta dose para pessoas imunossuprimidas com mais de 12 anos.

A pasta afirma ainda que acompanha a necessidade da aplicação da segunda dose de reforço em outras faixas etárias e as recomendações podem ser revistas a qualquer momento.

Estados se antecipam

O governo de São Paulo iniciou na segunda-feira, 21, a aplicação da quarta dose da vacina contra covid-19 em idosos com mais de 80 anos. O estado paulista recomenda a administração da dose apenas em idosos acima de 80 anos e em pessoas com comorbidades que têm mais de 12 anos. Segundo o governador João Doria, novas faixas etárias devem ser anunciadas na próxima semana.

Desde sexta-feira, 18, porém, os idosos acima de 80 anos estão recebendo o segundo reforço na capital paulista. O município também se antecipou e anunciou que na próxima terça-feira, 29, começa a imunizar o público de 70 anos. A vacinação será feita com os imunizantes disponíveis.

O Mato Grosso do Sul também já começou a vacinar idosos acima de 60 anos e profissionais de saúde com a quarta dose.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.