Saúde confirma surto de hepatite A em município do Rio

Casos foram verificados em três bairros de Mangaratiba, na Costa Verde, litoral sul fluminense; segundo autoridades locais, ações já estão sendo promovidas para evitar mais contaminação

Agência Brasil,

10 Maio 2012 | 12h09

Um surto de hepatite A em três bairros de Mangaratiba (Ranchito, Nova Mangaratiba e Praia do Saco), na Costa Verde, litoral sul fluminense, foi confirmado pela Secretaria de Saúde. Técnicos da Subsecretaria de Vigilância em Saúde já estão na região promovendo ações de fiscalização e controle dos reservatórios de água e fontes alternativas (bicas, poços artesianos e carros-pipa) nas três localidades.

 

A prefeitura de Mangaratiba informou que está disponibilizando 15 mil litros de água mineral para as pessoas infectadas pela doença, além de distribuir pastilhas de cloro para serem aplicadas na água das escolas municipais e para a população aplicar nas caixas d’água.

 

De acordo com o superintendente de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, Alexandre Chieppe, não há indicação para a vacinação contra a hepatite A em Mangaratiba, conforme prevê o Programa Nacional de Imunização e Nota Técnica emitida pelo Ministério da Saúde.

 

“Até existe uma vacina específica contra o vírus causador da hepatite A. Mas esta vacina só é recomendada em situações específicas como de pessoas com outras doenças crônicas no fígado ou que fizeram transplante de medula óssea”, disse.

 

Segundo Chieppe, as ações recomendadas pela Secretaria de Saúde já estão sendo desenvolvidas, incluindo a identificação das possíveis fontes de contaminação e a adoção de medidas que visam a evitar a utilização dessas fontes pela população.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.