Saúde de SP manda 1 milhão de torpedos sobre combate à dengue

O objetivo do envio é alertar a população sobre medidas a serem adotadas para evitar a proliferação do mosquito

Solange Spigliatti, Central de Notíciais

30 Março 2011 | 12h30

SÃO PAULO - A Secretaria de Saúde de São Paulo vai enviar a partir desta quarta-feira, 30, um milhão de torpedos para alertar a população sobre o combate à dengue. Além da capital, também terão como foco as regiões de Ribeirão Preto, Rio Preto, no interior do Estado, e a Baixada Santista, áreas do estado com histórico de forte transmissão da doença.

 

O objetivo do envio dos torpedos é alertar a população sobre medidas a serem adotadas para evitar a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, especialmente neste momento em que o calor ainda persiste no Estado e as chuvas são menos frequentes e de menor intensidade.

 

Balanço. Segundo a Secretaria, o número de casos de dengue no primeiro bimestre deste ano foi 92,6% inferior ao registrado no mesmo período de 2010. Os 645 municípios paulistas informaram até o final de fevereiro, por intermédio do Sinan (Sistema de Informações de Agravos de Notificação), 3.390 casos autóctones (com transmissão dentro do estado) da doença em janeiro. No primeiro bimestre do ano passado houve 46.050.

 

Segundo os dados informados ao Sinan, a cidade de Ribeirão Preto concentra 49,9% dos casos confirmados em janeiro e fevereiro, seguida por Bauru, com 7,1%, Araraquara, com 3,4%, e Santa Fé do Sul, com 2,8%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.