Saúde libera R$ 48,7 milhões para Estados atingidos pelas enchentes no NE

Valor será utilizado na reconstrução de 94 Unidades Básicas de Saúde e de seis hospitais em AL e PE

estadão.com.br

24 Junho 2010 | 21h23

SÃO PAULO - O governo federal autorizou a liberação de R$ 48,7 milhões para medidas emergenciais de recuperação e ampliação do acesso da população a serviços de saúde em Alagoas e Pernambuco, Estados atingidos por fortes enchentes.

 

O anúncio foi feito nesta quinta-feira, 24, pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante visita às regiões, da qual participou também o ministro da Saúde, José Gomes Temporão. A Medida Provisória que formaliza a liberação dos recursos deve ser publicada nesta sexta-feira, 25, no Diário Oficial.

 

Os recursos para a saúde nos dois Estados se somam a outros R$ 500 milhões anunciados nesta quinta-feira pelo governo federal. Serão utilizados na reconstrução da área física e reposição de equipamentos de 94 Unidades Básicas de Saúde (51 em Pernambuco e 43 em Alagoas) e de seis hospitais (cinco em PE e um em AL). Somente na recuperação dessas unidades, serão investidos R$ 16,9 milhões.

 

A Medida Provisória permitirá ainda o reforço na Estratégia de Saúde da Família nos dois Estados, com o custeio de 233 novas equipes para atuação nos municípios que decretaram estado de emergência ou calamidade. Do total de novas equipes, 118 serão implantadas em Pernambuco e 115 em Alagoas.

 

Com os recursos anunciados pelo presidente Lula durante visita a áreas afetadas pelas enchentes serão adquiridos também insumos básicos de saúde, como medicamentos e material de consumo. A recuperação do atendimento nos dois Estados prevê ainda um reforço na assistência hospitalar, com a ampliação da assistência, internação, atendimentos ambulatoriais, além de urgência e emergência em cinco hospitais de Pernambuco e 19 de Alagoas.

 

O Samu/192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) também será reforçado nos dois Estados, com a destinação de 10 novas ambulâncias para Alagoas e 15 para Pernambuco. Essas unidades se somam a outras 60 entregues recentemente pelo Ministério da Saúde aos dois Estados (43 para Alagoas e 17 para Pernambuco).

 

As ações de reforço e recuperação de serviços de saúde nas áreas atingidas pelas enchentes se somam a outras medidas já em curso. No fim da manhã desta quinta-feira, chegaram aos Estados as últimas remessas que totalizam o envio de 16 toneladas de medicamentos e insumos para atender as vítimas das enchentes. Os kits desembarcaram nos aeroportos das capitais, Recife e Maceió.

 

Alagoas

 

Além dos medicamentos e insumos que chegaram pela manhã, Alagoas receberá mais 200 mil seringas, 100 mil doses de soro antitetânico, 3 mil vacinas contra hepatite A, 500 unidades de imunoglobulina antitetânica e 40 mil doses de vacina dT (dupla adulto, contra difteria e tétano).

 

Profissionais

 

Também chegam aos dois Estados 105 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem para reforçar o atendimento hospitalar, a atenção básica e o Samu/192 em Alagoas.

Mais conteúdo sobre:
Nordeste enchentes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.