Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Secretaria confirma 1ª morte por sarampo em 2020 em São Paulo

Doença voltou a causar preocupação desde o ano passado, quando foram registrados 17,5 mil casos. Neste ano, já são 246 infecções confirmadas. Campanha de vacinação começou no dia 10 de fevereiro

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2020 | 21h04

SÃO PAULO - A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou nesta sexta-feira, 28, a primeira morte por sarampo de 2020. A vítima é uma criança da capital paulista. Segundo a pasta, o Centro de Vigilância Epidemiológica realiza monitoramento contínuo da circulação do vírus e já confirmou 246 casos neste ano

A doença voltou a causar preocupação em 2019, quando foram registrados 17.552 casos e 14 mortes. A secretaria disse ter iniciado no dia 10 de fevereiro a primeira etapa da campanha de vacinação contra sarampo de 2020, em parceria com o Ministério da Saúde e municípios.

O foco, esclareceu a pasta, são os jovens de 5 a 19 anos que ainda não receberam as doses da tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola).  "Até o dia 13 de março, essa faixa etária pode procurar qualquer posto do Estado, levando carteirinha de vacinação para que um profissional de saúde verifique a necessidade de aplicação da dose. Desde o início dessa etapa da campanha, mais de 859,8 mil pessoas entre 5 e 19 anos compareceram aos postos no Estado de São Paulo", declarou a secretaria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.