Secretaria prorroga vacinação contra a poliomielite na capital paulista

A meta é imunizar 837,5 mil crianças, ou seja, 95% dos paulistanos dentro dessa faixa etária

Priscila Trindade, estadão.com.br

22 Junho 2011 | 10h15

SÃO PAULO - A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) prorrogou a campanha de vacinação contra a poliomielite até o dia 1º de julho na cidade de São Paulo. Até o momento, 604.731 mil crianças menores de cinco anos foram vacinadas contra a paralisia infantil. A meta é imunizar 837,5 mil crianças, ou seja, 95% dos paulistanos dentro dessa faixa etária.

 

Até 1º de julho, as crianças também podem se vacinar contra o sarampo. Devem receber a dose da tríplice viral - contra sarampo, caxumba e rubéola - crianças entre um ano e menores de sete.

 

A imunização precisa ser feita independentemente de já terem tomado a vacina ou contraído a doença. O objetivo é vacinar cerca de 850 mil crianças. A vacinação é gratuita.

 

Os pais ou responsáveis podem levar os filhos à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua casa, no período das 8 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. Para saber os endereços das unidades, acesse o site da prefeitura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.