Secretaria recruta 800 homens para pesquisa sobre HPV

A Secretaria Estadual da Saúde, por intermédio do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids, abiu um recrutamento de 800 homens saudáveis, de todo o Estado, entre 18 e 70 anos, para pesquisa sobre o Papiloma Vírus (HPV). É um projeto inédito no mundo, que inclui, além de São Paulo, Estados Unidos e México. No total, serão pesquisados três mil homens ao longo de quatro anos. O estudo, coordenado pelo Instituto Ludwig, tem objetivo de conhecer melhor o vírus e seus meios de atuação. Pretende-se contribuir para o avanço do conhecimento sobre a infecção e doenças dela decorrentes, possibilitando o desenvolvimento de programas eficientes de prevenção e redução dos tumores associados ao HPV, tanto em homens quanto em mulheres. Com o resultado da pesquisa será possível conhecer melhor o comportamento do vírus e assim criar estratégias de prevenção, como uma vacina anti HPV em homens. Os participantes serão submetidos a 10 consultas clínicas ao longo de quatro anos, durante o período estipulado, incluindo-se exame físico e análise laboratorial para HPV, coleta de sangue para análises de anticorpos contra HPV e teste de DST. Os voluntários preencherão questionários para determinar fatores de risco sociais e comportamentais associados à infecção pelo HPV. Os interessados em participar podem obter informações adicionais pelo telefone (11) 5549-1967 ou pelo e-mail estudohim@crt.saude.sp.gov.br. O HPV é um vírus que pode ser transmitido por meio de relação sexual com pessoa infectada. Este vírus é comum em homens e mulheres. Existem vários tipos de HPV e alguns tipos de vírus podem causar verrugas, conhecidas popularmente como 'crista de galo'. Outros tipos podem provocar tumores no colo do útero ou câncer em mulheres.

Agencia Estado,

18 de agosto de 2006 | 11h00

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.