Secretaria recruta 800 homens para pesquisa sobre HPV

A Secretaria Estadual da Saúde, por intermédio do Centro de Referência e Treinamento DST/Aids, abiu um recrutamento de 800 homens saudáveis, de todo o Estado, entre 18 e 70 anos, para pesquisa sobre o Papiloma Vírus (HPV). É um projeto inédito no mundo, que inclui, além de São Paulo, Estados Unidos e México. No total, serão pesquisados três mil homens ao longo de quatro anos. O estudo, coordenado pelo Instituto Ludwig, tem objetivo de conhecer melhor o vírus e seus meios de atuação. Pretende-se contribuir para o avanço do conhecimento sobre a infecção e doenças dela decorrentes, possibilitando o desenvolvimento de programas eficientes de prevenção e redução dos tumores associados ao HPV, tanto em homens quanto em mulheres. Com o resultado da pesquisa será possível conhecer melhor o comportamento do vírus e assim criar estratégias de prevenção, como uma vacina anti HPV em homens. Os participantes serão submetidos a 10 consultas clínicas ao longo de quatro anos, durante o período estipulado, incluindo-se exame físico e análise laboratorial para HPV, coleta de sangue para análises de anticorpos contra HPV e teste de DST. Os voluntários preencherão questionários para determinar fatores de risco sociais e comportamentais associados à infecção pelo HPV. Os interessados em participar podem obter informações adicionais pelo telefone (11) 5549-1967 ou pelo e-mail estudohim@crt.saude.sp.gov.br. O HPV é um vírus que pode ser transmitido por meio de relação sexual com pessoa infectada. Este vírus é comum em homens e mulheres. Existem vários tipos de HPV e alguns tipos de vírus podem causar verrugas, conhecidas popularmente como 'crista de galo'. Outros tipos podem provocar tumores no colo do útero ou câncer em mulheres.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.