Sem cumprir meta, governo prorroga campanha de vacinação

Sem cumprir meta, governo prorroga campanha de vacinação

Objetivo é imunizar 12,7 milhões de crianças contra a poliomielite e 10,6 milhões de crianças contra o sarampo

O Estado de S. Paulo

28 Novembro 2014 | 18h07

A Campanha Nacional de Vacinação contra poliomielite e sarampo será prorrogada até o dia 12 dezembro, segundo informou nesta sexta-feira, 28, o Ministério da Saúde. A campanha estava prevista para terminar nesta sexta, mas foi estendida porque a meta de vacinação de 95% do público-alvo não foi atingida.

A ação iniciada em 8 de novembro já vacinou 9,5 milhões de crianças contra a poliomielite, o que representa 74,8% da meta estabelecida. Contra o sarampo, 7,3 milhões de crianças já receberam a dose, cerca de 66,9% do público-alvo.

O objetivo é imunizar 12,7 milhões de crianças contra a poliomielite e 10,6 milhões de crianças contra o sarampo. Mais de 100 mil postos fixos e móveis em no País estarão disponíveis para aplicar as doses. 

Devem tomar a vacina contra a poliomielite as crianças entre seis meses e cinco anos de idade incompletos. Já a vacinação contra o sarampo será feita em crianças entre um e cinco anos de idade (incompletos). 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.