Marcio Fernandes/AE
Marcio Fernandes/AE

Serra come carne suína e se diz alvo de 'montagem desonesta'

Depois de vídeo no Youtube, governador comeu filé mignon suíno no azeite extravirgem com legumes cozidos

Carolina Freitas, da Agência Estado,

12 de maio de 2009 | 15h41

Após virar hit na internet com uma declaração editada sobre a gripe suína, o governador de São Paulo, José Serra (PSDB), almoçou com produtores de carne de porco, na capital paulista, para atestar a segurança do alimento. No dia 27, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, o governador disse que a gripe era transmitida "dos porquinhos para as pessoas quando eles espirram ou quando a pessoa chega perto do nariz do porco". Desde então, vídeos editados lideram a audiência no site Youtube.

 

Veja também:

link Vídeo de Serra falando dos 'porquinhos' se espalha na internet

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde   

 

Questionado se tinha algum arrependimento de ter dito a frase, Serra disse que não e justificou: "A declaração foi cortada, puseram um trechinho no Youtube, esperando que os jornalistas repercutissem uma montagem desonesta."

 

O almoço aconteceu num restaurante na zona sul da capital. Serra comeu filé mignon suíno no azeite extravirgem com legumes cozidos. Depois do almoço, o governador esforçou-se para desfazer a saia-justa provocada pelas declarações feitas em Ribeirão Preto e passou dois minutos da entrevista coletiva elogiando a qualidade da carne suína.

 

  

"Não há motivo para deixar de comer carne de porco porque batizaram essa gripe de suína", disse Serra. "Pode consumir carne suína à vontade. Vou virar freguês desse filé."

Mais conteúdo sobre:
gripe suínainfluenza A(H1N1)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.