Serra Leoa dá ordem de confinamento para conter Ebola

Governo anunciou hoje que a população deve ficar dentro de casa durante três dias, de 19 a 21 de setembro, para ajudar a combater a epidemia do vírus

AFP, O Estado de S. Paulo

06 Setembro 2014 | 11h02

 O governo de Serra Leoa anunciou neste sábado, 6, que a população deverá ficar confinada em suas casas de 19 a 21 setembro para ajudar no combate à epidemia do Ebola.

Serra Leoa figura entre os três países - junto com a Guiné e a Libéria - mais atingidos pela epidemia.

No país, 491 pessoas morreram devido à doença.

Esta medida extrema é anunciada depois que a epidemia deixou mais de 2.000 mortos em 3.944 casos nos três países africanos, segundo a Organização Mundial da Saúde.

"O confinamento significa que as pessoas, com exceção daquelas essenciais ao serviço médico, não serão autorizadas a circular", afirmou o porta-voz do governo, Abdulai Barratay, à AFP.

Mais conteúdo sobre:
EbolaSerra Leoaepidemiavírus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.