Servidores da Saúde de Pernambuco devem entrar em greve hoje

Os servidores da Saúde de Pernambuco pretendem começar hoje a greve já anunciada na semana passada. A paralisação é por tempo indeterminado. Apenas 30% do setor de emergência estará funcionando nos hospitais da rede pública estadual. Duas paralisações, cada uma delas durando 24 horas, e uma greve de apenas dois dias antes do carnaval, é o saldo das negociações entre os servidores e o governo do Estado, iniciadas ainda no mês de janeiro. Na última sexta-feira, após manifestação dos servidores no Hospital Barão de Lucena (HBL), o secretário de Administração e Reforma do Estado, Maurício Romão, anunciou a convocação de profissionais terceirizados para trabalhar no lugar dos servidores da Saúde e o desconto dos dias parados dos grevistas. As informações são da Agência Nordeste.

Agencia Estado,

13 de março de 2006 | 10h17

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.