Servidores da Saúde fazem passeata em SP por melhor salário

Grupo também se manifestou contra o congelamento e a ameaça de corte do adicional de insalubridade

Fabiana Marchezi, do estadao.com.br,

05 Março 2010 | 15h45

Ao menos 60 servidores da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo participaram nesta sexta-feira, 5, de uma passeata para reivindicar melhores salários e condições salariais.

 

Veja também:

linkAgentes de saúde fazem greve durante epidemia da dengue no MS 

 

De acordo com a Polícia Militar, o grupo se reuniu por volta das 10 horas em frente à Secretaria de Estado da Saúde, na zona oeste da cidade, e caminhou até a Rua Bela Cintra, na Bela Vista, em frente ao prédio da Secretaria de Gestão Pública, onde o ato foi encerrado.

 

Segundo o SindSaúde-SP, os trabalhadores também se manifestaram contra o congelamento e a ameaça de corte do adicional de insalubridade e as terceirizações que têm piorado as condições de trabalho na saúde pública e o atendimento ao usuário do SUS. Eles encerraram a passeata por volta das 14 horas em estado de greve, mas por enquanto, não devem parar de trabalhar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.