Eduardo Valente
Eduardo Valente

Shoppings de Santa Catarina funcionam sob forte vigilância

Após 'festa' na reabertura, Neumarkt terá que adotar medidas de segurança e limitar o número de pessoas no local

Fábio Bispo, especial para O Estado

24 de abril de 2020 | 08h54

FLORIANÓPOLIS - Um dia após retomarem o funcionamento, que provocou filas e aglomerações, os shoppings de Santa Catarina, agora, funcionam sob forte vigilância dos órgãos de controle do Estado. Na quarta-feira, 22, após indicativo de que alguns estabelecimentos não estavam cumprindo as ordens de distanciamento mínimo e higiene, o governador Carlos Moisés (PSL) alertou que poderia haver interdições pontuais.

Em Blumenau, o Tribunal de Justiça de Santa Catarina concedeu liminar à Defensoria Pública e determinou que o Shopping Neumarkt adote medidas de segurança e limite o número máximo de pessoas no local. Na quarta-feira, o estabelecimento recepcionou clientes com música ao vivo e não teria adotado medidas de controle de público.

Nesta quinta-feira, 23, um dia após o episódio, o local registrou queda no movimento. Quase 50% das lojas ainda não reabriram e as medidas de segurança foram intensificadas.

“Ontem estava cheio demais, mas hoje está bem tranquilo. Eu achei um pouco exagerado, muita gente junto com música”, afirmou a aposentada Vanilde Kraieki, de 72 anos. Ela voltou ao estabelecimento para pagar contas e ir ao banco.

Em Balneário Camboriú, o movimento nos shoppings foi menor ainda. No Balneário Shopping, os corredores estavam praticamente vazios, e com grande parte das lojas ainda fechadas. Situação parecida registrada no Atlântico Shopping, que tinha um movimento maior de pessoas na praça de alimentação. Em todos os estabelecimentos do Estado, o uso de máscara é obrigatório.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.