Site mostra fotos e dados de 79 pacientes 'esquecidos' em hospitais paulistas

Objetivo é encontrar familiares; serviço é gratuito e aberto a hospitais públicos e privados

estadão.com.br

10 Setembro 2010 | 18h27

SÃO PAULO - Pelo menos 79 doentes internados em hospitais do Estado de São Paulo não têm nome, idade nem procedência conhecidos. Para que eles possam ser encontrados pelos familiares, a Secretaria Estadual da Saúde resolveu oferecer em seu site um serviço para que esses pacientes sejam reconhecidos.

A página divulga fotos e dados dessas pessoas. O serviço é gratuito e aberto para qualquer hospital, público ou particular.

Das 79 pessoas cadastradas no site atualmente, 45 estão em hospitais da capital, quatro em Guarulhos, quatro em Santo André, seis em Mogi das Cruzes, uma em Arujá, uma em Santa Rita do Passa Quatro, uma em Campinas, uma em Osasco, uma em Botucatu, uma em Diadema, 11 em Ribeirão Preto, uma em Santos, uma em Praia Grande e uma em Várzea Paulista.

Para colocar a foto de pacientes "esquecidos" no site, os hospitais precisam encaminhar um e-mail para o endereço naoidentificado@saude.sp.gov.br com os seguintes dados: nome e endereço do hospital, telefone e e-mail do setor responsável, nome completo do responsável, RG e CPF do responsável, características físicas do paciente (sexo, cor da pele, dos cabelos e dos olhos, altura e peso), além de uma foto do paciente. As informações também podem ser enviadas à secretaria pelo correio.

"A identificação dos pacientes é de extrema importância. Além de ajudar no tratamento, é um gesto de cidadania. O site é um grande meio de divulgação para que essas pessoas sejam encontradas", afirma Ricardo Tardelli, coordenador estadual de Saúde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.