REUTERS / Ueslei Marcelino
REUTERS / Ueslei Marcelino

Sobe para 1.113 o nº de casos confirmados de microcefalia no País

Desde o início das investigações, em outubro de 2015, até o dia 9 de abril, o País registrou 7.015 suspeitas da má-formação

O Estado de S. Paulo

12 Abril 2016 | 18h06

SÃO PAULO - O número de casos confirmados de microcefalia no Brasil chegou a 1.113, segundo boletim divulgado nesta terça-feira, 12, pelo Ministério da Saúde. Na última semana, estavam confirmados 1.046 casos, o que representa aumento de 6,4%.    

De acordo com os dados, desde o início das investigações, em outubro de 2015, até o dia 9 de abril, o País notificou 7.015 casos suspeitos da má-formação - 2.066 foram descartados e 3.836 ainda estão em investigação. Do total de casos confirmados de microcefalia, 189 tiveram teste positivo para o vírus zika. 

Foram registrados 235 mortes por suspeita de microcefalia ou alteração do sistema nervoso central após o parto ou durante a gravidez. Entre estas mortes, 50 foram confirmadas para a má-formação. 

Os registros confirmados de microcefalia ocorreram em 416 municípios brasileiros, de 22 unidades da Federação. Pernambuco lidera em número de casos (312), seguido da Bahia (203) e Paraíba (105). 

Mais conteúdo sobre:
Saúde microcefalia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.