AP Photo/Gemunu Amarasinghe
AP Photo/Gemunu Amarasinghe

Mortes na China chegam a 106; na Tailândia, nº de casos sobe para 14

Pais - o segundo em quantidade de pessoas infectadas por novo vírus no mundo - é o principal destino de turistas chineses na região

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2020 | 05h15

CHONGQING - A Comissão Nacional de Saúde da China atualizou na manhã desta terça-feira, 28, o balanço do coronavírus no país. Já são 4.515 casos confirmados e 106 mortos.

Na Tailândia, o número de casos do novo coronavírus subiu para 14, depois que autoridades tailandesas relataram mais seis pessoas afetadas pelo surto no país, nesta terça-feira, 28. A Tailândia é o país com o maior número de pessoas afetadas após a China, onde se originou o surto, bem como o principal destino dos turistas chineses na região.

O secretário permanente do Ministério da Saúde da Tailândia, Sukhum Kanchanapimai, disse, em entrevista coletiva, que cinco das seis pessoas infectadas com o coronavírus 2019-nCov - como está sendo chamado o vírus -têm entre 6 e 60 anos e pertencem à mesma família da província chinesa de Hubei, onde está Wuhan.

O sexto caso é uma pessoa da cidade de Chongqing, no sul da China. Kanchanapimai disse que os seis deram positivo em testes de laboratório, embora ainda estejam aguardando confirmação oficial.

Segundo o China Business News, cerca de 20 mil chineses de Wuhan, onde se originou o surto de coronavírus, chegaram à Tailândia de avião entre 30 de dezembro, quando foi relatado o primeiro caso, e 22 de janeiro, quando as viagens da cidade chinesa foram canceladas. Wuhan tem 11 milhões de habitantes e está isolada, mas quando a medida foi anunciada 5 milhões de pessoas já haviam deixado o local. 

Coronavírus: estamos próximos de uma pandemia? Ouça no podcast Estadão Notícias

Esse novo tipo de coronavírus também se expandiu para a Austrália (6 pessoas infectadas), Cingapura (5), Taiwan (5), Estados Unidos (5), Japão (4), Malásia (4), Coréia do Sul (4), França (3) e Vietnã (2), além de Camboja, Canadá, Alemanha, Costa do Marfim, Nepal e Sri Lanka, com um caso cada. /EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.