Sobem para 34 casos confirmados da gripe suína no Canadá

Japão detecta o primeiro caso suspeito em um jovem estudante que visitou universidade canadense

Efe,

01 Maio 2009 | 02h27

Autoridades canadenses informaram na noite de quinta-feira, 29, que o número de casos da gripe suína no país subiu para 34. Nesta sexta-feira, o Japão detectou o primeiro caso suspeito da doença.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

O primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, deve viajar amanhã a uma fazenda que cria porcos para assegurar ao público canadense que a doença não é transmitida pelo animal ou produtos por produtos derivados.

 

O jornal local "The Globe and Mail" disse que as autoridades sanitárias de todo o país começaram a receber doses de produtos antivirais em preparação para o aumento do número de casos da gripe suína.

 

O diário disse que o Canadá tem aproximadamente 55 milhões de doses de Tamiflu e Relenza, dois dos medicamentos mais efetivos contra a doença.

 

Japão

 

Nesta sexta-feira, o Japão detectou o primeiro caso suspeito da gripe suína em um jovem estudante de 17 anos de Yokohama que viajou ao Canadá entre os dias 10 e 25 de abril.

 

Segundo o ministro japonês da Saúde, Yoichi Masuzoe, serão necessários dois dias para determinar se este estudante japonês, que fez parte de uma excursão à Universidade de Colúmbia no Canadá, está infectado.

 

Nenhum de seus familiares ou colegas apresentaram sintomas da doença, segundo o Governo de Yokohama, citado pela agência local "Kyodo".

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.