Reprodução/Minhas Vacinas
Reprodução/Minhas Vacinas

Sociedade Brasileira de Imunizações lança aplicativo Minhas Vacinas

A ferramenta permitirá que o usuário crie uma carteira de vacinação digital, com informações como calendário de vacinação, imunizantes para cada perfil e disponibilidade de doses

O Estado de S.Paulo

09 Maio 2017 | 16h25

SÃO PAULO - A Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) está lançando, com apoio da Pfizer, o aplicativo Minhas Vacinas. A ferramenta para smartphones e tablets com sistemas operacionais iOS e Android permitirá que o usuário crie uma carteira de vacinação digital, com informações como calendário de vacinação, imunizantes para cada perfil e disponibilidade de doses na rede pública e particular de Saúde. 

O aplicativo permitirá ainda, por exemplo, o cálculo da próxima dose de uma vacina, a partir da inserção da data da primeira vacina no sistema. Quando a data se aproximar, a ferramenta emitirá alertas sobre a necessidade de comparecimento à unidade de saúde. A plataforma também pode ser acessada por meio do portal www.sbim.org.br

O aplicativo da SBIm se baseia nos calendários da entidade para a imunização de crianças, adolescentes, adultos e idosos.Segundo a faixa etária e o gênero de cada usuário, a ferramenta informa quais são as vacinas recomendadas, o número de doses necessárias e o intervalo indicado entre elas.  O usuário também pode lançar no sistema cada imunização já efetuada e, depois, formular uma programação personalizada para seguir o calendário adequadamente.

“No Brasil, muitas vezes, a carteirinha de vacinação é associada apenas ao universo infantil. Grande parte da população adulta não tem registro de suas vacinas ou não lembra se tomou todas as doses necessárias.  Agora, o aplicativo pode facilitar esse processo”, afirmou, por nota, a presidente da SBIm, Isabella Balllalai.

A plataforma traz ainda comentários sobre cada uma das vacinas indicadas. Para as mulheres, por exemplo, há esclarecimentos sobre as possibilidades de imunização durante a gestação. Além disso, o aplicativo contém uma lista com mais de 50 profissões que apresentam necessidades específicas em relação à imunização, como profissionais que viajam frequentemente, que lidam com alimentos e bebidas ou trabalham com crianças.

Mais conteúdo sobre:
SÃO PAULO Brasil Pfizer Saúde Android

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.