Sonda encontra o primeiro asteroide troiano da Terra

O 2010 TK7 orbita o Sol junto ao nosso planeta e está a cerca de 80 milhões de quilômetros

estadão.com.br,

28 Julho 2011 | 11h36

SÃO PAULO - Observações feitas com uma sonda da missão Wise (Wide-field Infrared Survey Explorer) da Nasa permitiu a localização de um asteroide troiano, chamado de 2010 TK7, que orbita o Sol junto com a Terra. Os cientistas já tinham localizados corpos celestes semelhantes próximos a Júpiter, Marte e Netuno, o que levava a crer que encontrar um destes perto da Terra era apenas questão de tempo. Também já foi encontrado asteroides troianos compartilhando a órbita de duas luas de Saturno.

A Nasa explica que os asteroide troianos são aqueles que compartilham a órbita próximo a pontos estáveis na frente ou atrás dos seus planetas "companheiros", o que torna a colisão destes asteroides improváveis.

A dificuldade em encontrar estes corpos celestes pode ser explicada pelo tamanho, eles são muito pequenos. Além disso, eles aparecem próximos ao Sol a partir do ponto de vista da Terra.

"Esses asteroides aparecem na maior parte do tempo durante o dia, fazendo com que seja muito difícil vê-los", disse Martin Connors da Universidade de Athabasca, no Canadá, principal autor do artigo publicado na revista Nature sobre o assunto. "Mas finalmente encontramos um, porque esse objeto tem uma órbita incomum que faz com que ele se distancie do Sol além do que é considerado típico para um asteroide troiano".

O 2010 TK7 tem 300 metros de diâmetro e está a cerca de 80 milhões de quilômetros da Terra. A órbita do asteroide está bem definida e ele não deverá chegar mais perto da Terra que 24 milhões de quilômetros pelos próximos 100 anos.

Mais conteúdo sobre:
asteroidetroiano2010 TK7Nasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.