Sondas europeia fotografa asteroide Lutécia de perto pela primeira vez

A Rosetta está a caminho de um encontro com um cometa, marcado para 2014

Associated Press

10 Julho 2010 | 18h33

Imagens feitas durante a aproximação entre a Rosetta e o asteroide. Divulgação/ESA

 

A Agência Espacial Europeia obteve as imagens mais próximas já feitas do asteroide Lutécia, a cerca de 400 milhões de quilômetros da Terra, no espaço entre Marte e Júpiter. A sonda Rosetta passou a 3.200 quilômetros do asteroide, durante cerca de duas horas, fez imagens com suas câmeras.

 

Embora o Lutécia tenha sido descoberto há 150 anos, durante muito tempo ele não foi nada além de um ponto de luz nos telescópios. Acredita-se que tenha 134 quilômetros de diâmetro.

 

Detalhes da superfície do Lutécia, obtidos pelas câmeras da sonda europeia. Divulgação/ESA

 

Cientistas esperam que os dados gerados pela Rosetta ajudem a entender não apenas o asteroide em si, mas também os primórdios do Sistema Solar. A sonda está examinando o Lutécia como um estágio a caminho de seu encontro com o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko, previsto para 2014.

Mais conteúdo sobre:
espaço astronomia lutécia asteroide esa

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.