Sorocaba-SP tem 1ª morte por dengue e teme epidemia

A Secretaria da Saúde de Sorocaba (SP) confirmou a primeira morte por dengue este ano na cidade. A vítima, uma jovem de 17 anos, estava internada na Santa Casa de Sorocaba e morreu no último domingo após complicações respiratórias. O laudo dos exames que confirmaram a doença só ficou pronto no início da noite desta quarta-feira.

JOSÉ MARIA TOMAZELA, Agência Estado

28 Abril 2011 | 16h45

A identidade da vítima e o bairro onde morava não foram divulgados. A Vigilância Epidemiológica reforçou as medidas de bloqueio na região da residência da paciente, que adquiriu a dengue na própria cidade.

Desde o início do ano e até o último boletim, divulgado na segunda-feira, a cidade contabilizava 895 casos de dengue. Destes, 157 ocorreram no período de uma semana. Considerando o ritmo de evolução da doença, o número de pessoas que contraíram a dengue já pode ser superior a mil.

O óbito levou o prefeito Vitor Lippi (PSDB) a lançar um apelo para o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. Ele pediu à população que considere todo sábado como o dia de limpeza e de controle do mosquito. Sorocaba voltou a ser considerada sob risco de uma epidemia de dengue.

Mais conteúdo sobre:
mortedengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.