DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

Sorocaba tem 46 mil casos e 19 mortes por causa de dengue

Cidade está em situação de emergência por causa da epidemia, mas, segundo a secretaria, o número de casos começa a cair

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

23 Abril 2015 | 18h50

SOROCABA - A Secretaria de Saúde de Sorocaba, interior de São Paulo, confirmou nesta quinta-feira, 23 mais quatro mortes por dengue, elevando para 19 o número de óbitos confirmados este ano na cidade. Outras 12 mortes possivelmente causadas pela doença ainda são investigadas. O número de casos confirmados passou para 46.093 mil, 3.822 a mais que na semana passada. A cidade está em situação de emergência por causa da epidemia, mas, segundo a secretaria, o número de casos começa a cair. 

Em São Roque, cidade da região, a prefeitura decretou estado de emergência nesta quinta-feira,  depois de confirmar 354 casos de dengue, a maioria registrada este mês. Com a previsão de que mais 100 pessoas vão contrair a doença até a próxima semana, o município vai instalar uma tenda para atendimento exclusivo dos casos suspeitos na entrada da Santa Casa local, a partir de segunda-feira.

Os casos de dengue aumentaram também em Mogi Guaçu, região de Campinas, chegando a 5.344, segundo boletim divulgado na quarta-feira, 22. Duas mortes foram confirmadas e sete ainda são investigadas. Em Limeira, na mesma região, os casos notificados chegaram a 24.747, dos quais 7.444 confirmados por exames. O número de mortes confirmadas subiu para 14 e há outras quatro em investigação.

Lixo. Na região norte do Estado, o juiz da 3a. Vara do Trabalho , Marcelo Magalhães Rufino, revogou nesta quinta-feira medida do Ministério Público do Trabalho que, desde a semana passada, impedia a coleta de lixo em São José do Rio Preto e outras seis cidades da região. O MPT alegava descumprimento das leis trabalhistas. Um dos argumentos para a revisão da medida foi de que o lixo acumulado favorece os criadouros do mosquito transmissor e o avanço da dengue. As empresas de coleta estimam em quase duas mil toneladas o lixo ainda nas ruas e serão necessários cinco dias para fazer a limpeza.

Mais conteúdo sobre:
Sorocaba dengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.