Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

SP tem 136 mortes por febre amarela desde janeiro de 2017

Número é 8% maior que o balanço anterior, de 19 de março; Estado tem 376 casos identificados desde janeiro de 2017

O Estado de S.Paulo

24 Março 2018 | 18h52

SÃO PAULO - Subiu de 125 para 136 os casos de mortes causadas por febre amarela no Estado de São Paulo desde janeiro de 2017. O aumento representa uma alta de 8% em relação ao balanço anterior, divulgado no dia 19 de março pela Secretaria Estadual da Saúde. A quantidade de pessoas infectadas pela doença no mesmo período também cresceu, de 345 para 376.  

Segundo a Secretaria, 7,4 milhões de pessoas foram imunizadas pela febre amarela no Estado somente em 2018. Ainda há cinco casos de febre amarela em investigação em São Paulo, dos quais quatro resultaram em mortes.

+++++ Vacina contra a febre amarela será ampliada para todo o Brasil

Dos casos confirmados, 39% (147 casos) foram contraídos em Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo, e 14% são de Atibaia (53). Todos os casos são de febre amarela silvestre. 

Na terça-feira, 20, o Ministério da Saúde anunciou que deverá ampliar as áreas de cobertura contra a febre amarela de forma gradual, até chegar a todas as partes do País. Em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, a aplicação da vacina ocorrerá também com a dose fracionada.

 

 

Mais conteúdo sobre:
febre amarela

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.