SP faz mutirão contra câncer de colo do útero neste sábado e no próximo

Iniciativa é voltada para mulheres de 18 a 60 anos; para participar, basta agendar um horário

estadão.com.br

15 Outubro 2010 | 21h57

SÃO PAULO - A Secretaria de Estado da Saúde promove neste sábado, 16, e no próximo, 23, um mutirão de exames de papanicolau. A ação será no Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros, zona leste da capital, e pretende detectar precocemente lesões que possam causar câncer de colo do útero.

A iniciativa é voltada para mulheres de 18 a 60 anos, pacientes da unidade ou não. Para participar, não é necessário pedido médico; basta agendar um horário com antecedência na própria unidade, das 8h às 13h, ou pelos telefones (11) 2292-4188 (ramais 205, 309 ou 325) e (11) 9297-1145, das 7h às 17h.

As inscrições para o mutirão deste sábado terminaram nesta sexta, 15. Para o do dia 23, as mulheres poderão realizar o agendamento ao longo da semana seguinte.

O resultado do exame será entregue até 15 dias após a coleta do material. Se detectada alguma anormalidade, a paciente pode optar pelo acompanhamento e tratamento na unidade ou levar o resultado a um médico de sua confiança. Os casos mais graves serão encaminhados para centros de referência.

"O câncer de colo do útero é o segundo que mais mata mulheres no País. É uma doença prevenível e tratável, que, se detectada precocemente, tem 100% de chance de cura", afirma a ginecologista e coordenadora do mutirão, Cecília Roteli Martins.

O exame de papanicolau é a principal forma de prevenção contra o câncer de colo do útero. A partir da coleta e análise do material, é possível medir o nível hormonal da paciente e detectar anomalias nas células da região vaginal e outras doenças, como o vírus do papiloma humano (HPV).

O Hospital Maternidade Leonor Mendes de Barros fica na Avenida Celso Garcia, 2.477, Belenzinho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.