SP já tem seis mortes por dengue hemorrágica em 2007

O número de mortes causadas por dengue hemorrágica no Estado de São Paulo em 2007 já é o mesmo registrado durante todo o ano passado. A informação é da Secretaria Estadual de Saúde, ao confirmar ontem a morte da sexta vítima da doença no Estado. Em 2006, além de seis mortes por dengue hemorrágica, oito pessoas morreram em conseqüência da dengue clássica. Em 2007, segundo a secretaria, não houve nenhuma morte causada pelo tipo clássico. As mortes de dengue hemorrágica neste ano foram registradas em Mirassol, onde houve duas vítimas, Itanhaém, Ubatuba, Hortolândia e Andradina. A primeira morte confirmada foi a de Andréia Yamamoto, de 26 anos, no dia 20 de março. Ela contraiu a doença quando passava férias em Itanhaém, na Baixada Santista, em janeiro deste ano. A secretaria também confirmou que outros oito pacientes foram internados com a doença nesses municípios, mas não soube informar o estado de saúde deles e nem se receberam alta dos hospitais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.