SP mobiliza 10 mil universitários em campanha para doação de medula

Doadores precisam ter entre 18 e 54 anos e apresentar bom estado de saúde

Central de Notícias,

02 Maio 2011 | 11h49

São Paulo, 2 - O hospital e maternidade estadual Leonor Mendes de Barros, da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, irá mobilizar a partir desta terça-feira, 3, cerca de 10 mil universitários em uma campanha para doação de medula óssea. O cadastramento de doadores acontecerá na Universidade da Cidade de São Paulo (Unicid) e também será aberto à população.

Haverá plantões no campus Tatuapé da universidade das 10 às 14 horas desta terça-feira e das 18 às 22 horas nos dias 4 e 5 de maio. Os interessados precisam ter entre 18 e 54 anos, além de apresentar bom estado de saúde. Não existe critério de peso nem é necessário estar em jejum. Vale lembrar que o processo de doação e transplante de medula é rápido e indolor.

Nas últimas semanas, os alunos da Unicid participaram de palestras informativas, com relatos de familiares e pessoas que foram beneficiadas pela doação de medula óssea. As apresentações tiveram o objetivo de sensibilizar os alunos a aderirem à campanha.

O cadastro é simples e consiste na coleta de sangue, bem como o preenchimento de um questionário com informações sobre saúde e dados pessoais do doador, como endereço e telefone.

Além do hospital Leonor Mendes de Barros, a campanha também conta com a participação da Associação de Medula Óssea, do Centro Acadêmico de Medicina da Universidade da Cidade de São Paulo e da Associação DeMolay Alumni do Estado de São Paulo.

Local:

Universidade Cidade de S. Paulo

Rua Cesário Galeno, 475, Tatuapé (Estação Carrão do Metrô)

Tel.: 11 - 2178-1212 - www.unicid.br.

Mais conteúdo sobre:
meduladoação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.