SP mobiliza 25 mil agentes em Semana Estadual de Combate à Dengue

Vistoria de escolas e pedágios educativos serão promovidas durante a próxima semana

Central de notícias,

01 Abril 2011 | 13h35

São Paulo, 1 - Começa na próxima segunda-feira, 4, a Semana Estadual de Combate à Dengue. Segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo, cerca de 25 mil agentes participam das atividades que acontecem para alertar a população sobre a importância de eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti.

Veja também:

link  Zona sul concentra maioria dos casos de Dengue em São Paulo

especial Especial: A dengue no Brasil

Na capital a abertura oficial da operação acontecerá a partir das 9 horas de segunda, em Campo Limpo, uma das áreas do município consideradas prioritárias no combate à doença. Noventa agentes vão percorrer ruas do bairro, a partir da praça Reinaldo Macanha, ponto de encontro dos profissionais.

Por todo o Estado serão realizadas atividades de intensificação de busca e eliminação de focos do mosquito casa a casa, orientação para a população, vistoria de escolas, pedágios educativos e arrastões, entre outras ações. A Secretaria também irá distribuir cerca de 500 mil panfletos em praças de pedágios de rodovias administradas pela Dersa e pelas concessionárias Colinas, SPVias e AutoBan. Outros 20 mil cartazes sobre a semana estadual foram distribuídos aos municípios para dar visibilidade à campanha.

No último dia 30 a Secretaria, em parceria com uma operadora de telefonia celular, iniciou o envio de um milhão de torpedos com alertas sobre combate à dengue por todo o Estado, com ênfase nas regiões da Baixada Santista, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto, áreas do estado com histórico de forte transmissão da doença.

Um balanço da Secretaria apontou que o número de casos de dengue no primeiro bimestre de 2011 foi 92,6% inferior ao registrado no mesmo período de 2010. Os municípios paulistas informaram à Secretaria até o final de fevereiro, por intermédio do Sinan (Sistema de Informações de Agravos de Notificação) 3.390 casos autóctones (com transmissão dentro do estado) da doença em janeiro e fevereiro. No primeiro bimestre do ano passado houve 46.050.

Mais conteúdo sobre:
dengue

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.