DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO
DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

SP tem 4 das 5 cidades do Brasil com maior nº de casos de dengue

Incidência da doença no Estado chegou a 585,5 casos por 100 mil; dengue é considerada epidêmica quando atinge 300 casos/100 mil

José Maria Tomazela, O Estado de S. Paulo

13 Abril 2015 | 17h36

SOROCABA - Municípios do interior de São Paulo têm as maiores taxas de casos de dengue em três das quatro categorias de incidência da doença adotadas pelo Ministério da Saúde. Conforme boletim divulgado nesta segunda-feira, 13, com dados coletados até 28 de março, no Estado de São Paulo a incidência chegou a 585,5 casos por 100 mil habitantes. A doença é considerada epidemia quanto atinge 300 casos por 100 mil pessoas. O Estado tem 257.809 casos, segundo o boletim.

Entre os cinco municípios brasileiros com maior número de casos em relação à população, quatro são paulistas. Apenas entre as cidades com até 100 mil habitantes, a liderança já não é de São Paulo: Trabiju, que liderou a lista até o início de março, foi ultrapassada pela paranaense São João do Caiuá, que tem 16.760 casos por 100 mil habitantes - a cidade do interior paulista aparece com 14.303/100 mil.

Nas posições seguintes estão Paraguaçu Paulista, com 13.738/100 mil; Estrela d'Oeste, com 11.513/100 mil, e Florínea, com 9.039/100 mil, todas no oeste do Estado de São Paulo.

Na categoria de 100 mil a 499 mil habitantes, a paulista Catanduva lidera com incidência de 9.037/100 mil. Também estão entre as cinco primeiras Mogi Guaçu (2.335,8/100 mil); Sumaré (2.166,5/100 mil) e Limeira (1.699,3/100 mil).

Sorocaba, com incidência de 1.948,6/100 mil, lidera entre as cidades com população acima de 500 mil e até 999 mil. São José dos Campos também aparece na lista com 538/100 mil. Entre as cidades brasileiras com mais de 1 milhão de habitantes, a liderança é de Campinas, com incidência de 1.707,9/100 mil. Nessa faixa aparecem ainda entre as cinco primeiras, São Paulo (209,2/100mil) e Guarulhos (191,9/100 mil).

Mortes. A prefeitura de Itapira, região de Campinas, investiga mais três mortes possivelmente causadas pela dengue no município. As vítimas - um idoso de 88 anos, uma mulher de 57 e um homem de 54 - morreram depois de apresentar sintomas da doença. A cidade de 72,5 mil habitantes já tem oito mortes confirmadas por dengue este ano e outro caso já em investigação. Até a semana passada foram confirmados 4.172 casos da doença.

Mais conteúdo sobre:
dengueSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.