SP tem caso suspeito de gripe suína e 9 em observação

Um paciente internado se enquadra nos critérios para ser considerado suspeito de ter a doença

da Redação,

29 Abril 2009 | 16h22

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informa que há dez pacientes internados provenientes de áreas de risco, ou que estiveram em situações consideradas de risco, para a gripe suína. Um caso preenche os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde e está sendo tratados como suspeito de ter o vírus da doença.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo 

 

Os demais estão sendo monitorados por precaução, embora não sejam considerados suspeitos, por não apresentarem todos os sintomas ligados à doença neste momento.

 

O caso suspeito é de um homem de 28 anos, com sintomas de tosse, dor muscular e na garganta e febre, que esteve na Cidade do México entre os dias 12 e 26 de abril. Ele está sendo atendido no Emílio Ribas. Os resultados preliminares dos exames do paciente suspeito deverão ficar prontos na próxima semana.

 

O Hospital Emílio Ribas também decidiu manter internados outros sete pacientes que permanecem em observação, apesar de eles não preencherem todos os quesitos de caso suspeito. Outros dois estão internados em Campinas.

 

A Secretaria da Saúde informa ainda que outras cinco pessoas que procuraram atendimento médico foram avaliadas e permanecem sendo monitoradas pelo Centro de Vigilância Epidemiológica sem necessidade de internação hospitalar. A secretaria ressalta que ainda não há nenhum caso confirmado de gripe suína no Estado de São Paulo.

Rio de Janeiro

 

Das nove amostras de sangue de pessoas que podem ter contraído a gripe suína e que estão sendo analisadas pelos laboratórios do Instituto Oswaldo Cruz, cinco deram resultado negativo.

 

 

As outras quatro ainda estão sendo analisadas e devem ficar pronta em no máximo 48 horas.

 

 

(com Fabiana Cimieri)

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.