Sucesso reabre mostra sobre psiquiatra Nise da Silveira no Rio

Em virtude do grande sucesso, a mostra Nise da Silveira - Vida e Obra será reaberta ao público de hoje (23 de março) até o dia 1º de abril. Durante o mês de março a exposição obteve uma média de 272 visitantes por dia. A exposição, em cartaz no Centro Cultural da Saúde (RJ), é uma retrospectiva biográfica da psiquiatra que revolucionou os métodos de atendimento ao portador de transtornos mentais no Brasil. Iniciativa do Ministério da Saúde, por meio da Coordenação-Geral de Documentação e Informação e do Centro Cultural da Saúde, a mostra foi desenvolvida e produzida em parceria com o Instituto Municipal de Assistência à Saúde Nise da Silveira e Museu de Imagens do Inconsciente. Uma mulher franzina com personalidade marcante, uma pesquisadora internacionalmente reconhecida, uma figura pública controversa capaz de dividir opiniões até os dias de hoje são todos atributos aplicáveis a Nise da Silveira, que teve o seu ano de centenário marcado por diversas comemorações e que recebe mais uma homenagem com a mostra. Nise da Silveira - Vida e Obra traz ao público um pouco do universo de trabalho dessa psiquiatra, considerada rebelde por discordar dos métodos convencionais de tratamentos de psicóticos de sua época, como a lobotomia, coma insulínico e o eletrochoque. Ao longo de sua pesquisa Nise identificou pontos emblemáticos em casos de pacientes de longa internação em instituição psiquiátrica que foram revelados em desenhos, pinturas, colagens e esculturas, mostrando paralelos com signos contidos em grandes temas da mitologia greco-romana. A mostra é composta de quatro módulos expositivos que traduzem os principais produtos dessa pesquisa realizada durante 40 anos frente ao Setor de Terapêutica Ocupacional por ela iniciado em 1946, seguindo o pensamento de Carl Jung. Para conhecer um pouco mais da trajetória dessa notável cidadã brasileira, a exposição terá ainda mostra de vídeos, com acervos de diversas instituições, programação paralela de eventos culturais e científicos, exibição de objetos pessoais, publicações e correspondências, cedidas pelo Museu de Imagens do Inconsciente, instituição responsável pelo acervo de sua obra. A programação comemorativa do centenário de nascimento de Nise da Silveira tem o objetivo de resgatar o legado deixado pela psiquiatra, destacando sua contribuição para a evolução dos serviços de Saúde Mental e na Reforma Psiquiátrica no Brasil. O público poderá visitar Nise da Silveira - Vida e Obra de terça-feira a sábado, das 10h às 18h, com entrada franca. Uma versão virtual poderá ser acessada no endereço www.ccs.saude.gov.br. A nova temporada da mostra contará com videodebates para grupos (mediante agendamento) sobre os audiovisuais Da loucura à cidadania e Imagens do mundo interno da série Fronteiras da mente, da saúde e da expressão (Ed. Senac). As informações são da Agência Saúde. Serviço: Nise da Silveira - Vida e Obra Local: Centro Cultural da Saúde Praça Marechal Âncora, s/n - térreo - Centro Horário: De terça a sábado, das 10h às 18h Entrada Franca Agendamento de grupos: (21) 2240-5568 Portal: www.ccs.saude.gov.br

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.