science.nasa.gov
science.nasa.gov

'Super Lua' aparecerá no céu neste sábado

Lua estará em seu ponto mais próximo à Terra, mas perceber o fenômeno a olho nu é difícil

Tania Valeria Gomes, estadão.com.br,

18 Março 2011 | 17h34

SÃO PAULO - Neste sábado, 19, a Lua poderá parecer maior para quem se propuser a observá-la com cuidado. Isso porque a Lua estará passando pelo ponto mais próximo da sua órbita ao redor da Terra, chamado perigeu. O período de lua cheia contribui para que ela pareça 14% maior.

"Desta vez está coincidindo dela estar no ponto mais próximo à Terra e a fase de Lua cheia e é isto que a torna a maior lua cheia dos últimos tempos", explica Paulo S. Bretones, professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Além do tamanho, ela será 30% mais brilhante do que as luas que aparecem no apogeu, o ponto mais distante de sua órbita. De acordo com cientistas da Nasa, a lua fica cerca de 50 mil km mais próxima da Terra, mas ainda a uma distância de cerca de 356.577 km. A última vez que houve uma combinação de fatores do tipo foi em 1993.

Mas a observação a olho nu pode dar a impressão errada de que o fenômeno não ocorreu. "Rigorosamente, a olho nu, não dá para perceber esta diferença", avisa Bretones.

Um macete revelado por Geoff Chester, do Observatório Naval dos Estados Unidos, e publicado no site da Nasa, é olhar para a Lua quando ela estiver próxima à linha do horizonte, isso porque vai ficar mais fácil perceber alguma diferença se o observador compará-la com árvores ou prédios próximos.

Mais conteúdo sobre:
super luaperigeufenômeno

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.