Surto de Ebola está estabilizado no Congo, segundo OMS

'A epidemia foi estabilizada mas não podemos dizer que tenha terminado', afirmou representante

AP,

02 Fevereiro 2009 | 20h19

O surto de Ebola no Congo que causou a morte de 15 pessoas já foi estabilizado e nenhum caso foi relatado nas últimas duas semanas, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta segunda-feira, 2.   Veja também:  Número de mortes por ebola no Congo aumenta para 13   "A epidemia foi estabilizada mas não podemos dizer que tenha terminado", disse Matthieu Kamwa, representante local da OMS, que pediu vigilância contínua para a doença.   Houve pelo menos 50 casos reportados da febre hemorrágica desde o começo do surto na província de Kasai no final de novembro, mas o último novo caso foi dia 18 de janeiro, disse Adolphe Kongolo, epidemiologista da OMS.   Laboratórios confirmaram oficialmente 10 dos casos como Ebola até agora, mas Kongolo disse que algumas da vítimas foram enterradas antes que amostras pudessem ser retiradas para testes. Ainda há amostras sendo analisadas, disse.   Ebola mata em cerca de 90% dos casos de infecção e se espalha por contato com sangue ou secreções de uma pessoa infectada.

Mais conteúdo sobre:
ebola saúde Congo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.