Surto de febre hemorrágica deixa pelo menos 40 mortos na Nigéria

Segundo o ministro da Saúde do país, 12 estados foram afetados registrando um total de 397 casos

Efe,

21 de fevereiro de 2012 | 16h36

Um surto de febre de Lassa, um tipo de doença hemorrágica aguda, deixou pelo menos 40 mortos em 12 estados da Nigéria, informou nesta terça-feira, 21, o ministro da Saúde do país, Muhammed Pate, em entrevista coletiva em Abuja.

 

Segundo o representante do Governo, foram registrados um total de 397 casos de febre de Lassa nos estados de Gombe, Nasarawa, Taraba, Plateau e Yobe, no norte da Nigéria, e em Edo, Ebonyi, Ondo, Rivers, Anambra, Delta e Lagos, no sul do país.

 

Pate explicou que a febre é endêmica de Edo, Nasawara e Plateau, de onde se estendeu aos outros nove estados afetados.

 

O ministro, que não especificou quando começou o contágio em massa da febre de Lassa, assegurou que o Governo começou a impor medidas drásticas para impedir que se estenda ainda mais e para tentar reduzir as mortes entre os que já estão contagiados.

 

"O Ministério distribuiu luvas de proteção para o pessoal médico porque se trata de um caso no qual se você não usa medidas de proteção pode ser infectado", afirmou Pare, destacando que também estão distribuindo um grande número de injeções antivirais.

O vírus de Lassa, que normalmente é portado e transmitido por roedores, é uma doença endêmica da África Ocidental, onde se registram de 300 mil a 500 mil casos por ano.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.