Tabaco tira mais anos de saúde das mulheres que dos homens

Mulheres que fumam têm ataques cardíacos 14 anos antes; para homens, a diferença fica em cerca de seis anos

AP

02 de setembro de 2008 | 14h31

Mulheres que fumam podem desenvolver doenças do coração na mesma idade que homens fumantes, eliminando a diferença natural entre os sexos, disseram os médicos nesta terça-feira, 2.   Veja também: Serra sugere uso da polícia para fumante cumprir lei São Paulo propõe veto ao fumo em ambientes fechados Fumo passivo mata mais de sete brasileiros ao dia, diz estudo Maioria das vítimas do fumo passivo é mulher, diz Inca Você concorda com a proibição do fumo em todos os ambientes fechados?    Em um pesquisa apresentada durante o congresso da Sociedade Européia de Cardiologia, pesquisadores noruegueses disseram que mulheres que fumam têm ataques cardíacos cerca de 14 anos antes que as que não fumam. Para homens, a diferença fica em cerca de seis anos.   "Essa não é uma diferença pequena", disse Silvia Priori, cardiologista do Instituto Científico de Pavia, na Itália. "As mulheres precisam entender que estão perdendo muito mais que os homens quando fumam", disse.   Morten Grundtvig e seus colegas do hospital Trust, na Noruega, analisaram dados de 1.784 pacientes internados no hospital com um primeiro ataque cardíaco. Eles descobriram que a idade desses homens caía de 72 para 64, quando eram fumantes. Já a das mulheres caiu de 81 a 66.   Após ajustarem os dados segundo outros fatores de risco para o coração, como pressão alta, colesterol e diabete, os pesquisadores determinaram que a diferença para as mulheres era de 14 anos e para os homens de seis.   Médicos suspeitam, há tempos, que hormônios femininos protegem mulheres contra problemas de coração. Acredita-se que o estrogênio aumente os níveis de bom colesterol além de permitir que os vasos sanguíneos relaxem mais facilmente.   Grundtvig disse que fumar pode fazer com que as mulheres passem pela menopausa mais cedo, deixando-as menos protegidas contra problemas cardíacos.

Tudo o que sabemos sobre:
tabagismomulheres

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.