Tailândia confirma 15ª morte por gripe aviária

O governo da Tailândia confirmou hoje que um adolescente de 16 anos morto nesta semana estava infectado pelo vírus H5N1, causador da gripe aviária. Trata-se da 15ª vítima fatal da doença no país este ano. O primeiro-ministro Thaksin Shinawatra culpou os pais do garoto pela sua morte, dizendo que eles tentaram esconder um surto da doença manifestado em suas galinhas. O jovem Yongyuth Daengmeesri era residente do distrito de Tabklor, na província de Phichit, norte do país, e morreu na segunda-feira. Infectou-se quando ajudava a família a enterrar algumas das aves mortas pela doença, cerca de uma semana antes de começar a passar mal. Não usava luvas quando teve contato com os animais mortos. "Eles mesmos as enterraram porque temiam que todas as suas galinhas fossem sacrificadas se as autoridades soubessem do surto. O hospital assumiu o caso somente quando a condição do paciente já estava muito deteriorada", disse o premier. Autoridades da área de saúde estão monitorando outros três casos suspeitos na mesma província.

Agencia Estado,

26 de julho de 2006 | 16h45

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.