Temer também participará de mutirão contra o 'Aedes'

Vice-presidente decidiu ir à ação coordenada pela presidente Dilma Rousseff no sábado após convite do ministro da Casa Civil

Isadora Peron e Tânia Monteiro, O Estado de S. Paulo

11 Fevereiro 2016 | 22h44

BRASÍLIA - O vice-presidente Michel Temer também vai participar da campanha nacional contra o mosquito Aedes aegypti no próximo sábado. O peemedebista comparecerá aos atos promovidos pelo governo federal em Curitiba.

O vice decidiu ir à ação coordenada pela presidente Dilma Rousseff após um convite do ministro da Casa Civil, Jaques Wagner. Os dois conversaram na noite desta quinta-feira, 11.

Este foi um gesto de tentativa de aproximação com o peemedebista, na semana que antecede a volta dos trabalhos efetivos do Congresso, onde o governo precisa de uma ajuda do principal partido da base aliada para assegurar o mínimo de problema possível com a eleição do novo líder do PMDB e tentar garantir que o impeachment não terá sucesso na Câmara.

Dilma também vai participar dos atos, no Rio. Todos os 31 ministros foram convocados a escolher uma cidade e demonstrar apoio público à mobilização. Apenas dois deles não vão conseguir participar presencialmente, mas vão ser representados pelos secretários-executivos das pastas.

Ao todo, 220 mil militares das Forças Armadas vão atuar em 356 cidades de todo o País no sábado. A ideia é visitar 3 milhões de residências, entregando panfletos e conversando como a população sobre como eliminar os focos do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.