Testes iniciais apontam H5N1 na República Tcheca

O Ministério da Agricultura da República Tcheca disse hoje que testes preliminares indicaram que um cisne morto encontrado no sul do país estava contaminado com o vírus letal da doença H5N1. O porta-voz do ministério, Tomas Loskot, disse que os testes, feitos por um laboratório de Praga, ainda precisam ser confirmados pelo laboratório de referência da União Européia (EU), no Reino Unido. Loskot declarou que os resultados do laboratório britânico devem ficar prontos na semana que vem. O cisne foi encontrado em 22 de março no Rio Vltava, perto de Hluboka, 130 km ao sul da capital, Praga. Outro cisne morto, encontrado no sábado perto de Ceske Budejovice, deu positivo para o vírus H5, e mais exames serão feitos para determinar se a ave tinha a variedade letal H5N1.

Agencia Estado,

29 de março de 2006 | 12h33

Tudo o que sabemos sobre:
notícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.