Epitácio Pessoa/Estadão
Epitácio Pessoa/Estadão

Testes mostram alta incidência de coronavírus em unidade prisional paulista

Dos 2.062 detentos que tiveram amostras coletadas da Penitenciária II de Sorocaba, 747 apresentaram laudos positivos para anticorpos, indicando contato com o vírus

José Maria Tomazela, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2020 | 20h07

SOROCABA – Testes realizados pela Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) em presos da Penitenciária II de Sorocaba, no interior de São Paulo, revelaram alto índice de infectados pela covid-19. Dos 2.062 detentos que tiveram amostras coletadas, 747 apresentaram laudos positivos para anticorpos, indicando contato com o vírus. A média é de um infectado a cada três presos testados. Segundo a SAP, todos estavam assintomáticos. A unidade já registrou a morte de quatro detentos pelo novo coronavírus.

Conforme a pasta, as populações de outras unidades prisionais do Estado que já têm casos confirmados de coronavírus estão sendo testadas. A ação faz parte de uma iniciativa do governo estadual de testagem em massa de populações vulneráveis, incluindo as pessoas privadas de liberdade.

Em todo o estado paulista, já são 902 detentos que testaram positivo para a covid-19 em teste rápido e 89 com suspeita da doença, ainda sem confirmação. Até esta terça-feira, 23, 15 detentos morreram após contrair o vírus. O preso com diagnóstico confirmado é mantido em isolamento na enfermaria durante o período de tratamento.

Entre os servidores, 237 estão com a doença confirmada por exame PCR, sendo que 16 faleceram. A secretaria informou que a busca ativa de casos será estendida a toda a população prisional – cerca de 230 mil detentos. “Estamos seguindo ainda as determinações do centro de contingência do coronavírus e avaliamos permanentemente o direcionamento de ações para o enfrentamento do problema”, disse. A pasta informou que foram distribuídos 2,7 milhões de máscaras de proteção nos presídios estaduais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.