Transplantes em SP quase triplicam em 10 anos

Em 2000, foram registrados 887 transplantes; já em 2010, foram 2.328 transplantes de São Paulo

PRISCILA TRINDADE, Central de Notícias

07 Janeiro 2011 | 12h10

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo bateu recorde histórico de transplantes de órgãos no ano passado. Em uma década, o número de cirurgias desse tipo praticamente triplicou no Estado. Em 2000, foram registrados 887 transplantes em hospitais paulistas. No ano passado, foram 2.328. Somente em comparação com 2009, foram feitos 353 transplantes a mais, o que representa aumento de 18%.

Do total de transplantes realizados pelos hospitais paulistas no ano passado, 1.439 foram de rim, 656 de fígado, 99 de pâncreas, 77 de coração e 57 de pulmão. Os dados se referem apenas a transplantes de órgãos de doadores falecidos.

As informações da Central de Transplantes demonstram também que o número de doadores viáveis - que tiveram pelo menos um órgão aproveitado para transplante - cresceu 23,5% no período, passando para 871 no ano passado.

Mais conteúdo sobre:
Transplantes aumento SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.