Uma em cada 3 crianças não recebeu a 2ª dose da vacina contra gripe em SP

Crianças com idades entre 6 e 23 meses precisam da dose extra para ficarem imunizadas

estadão.com.br,

11 Julho 2011 | 11h00

SÃO PAULO - Balanço da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta que 34,7% das crianças paulistas entre 6 e 23 meses de idade ainda não receberam a segunda dose da vacina contra o vírus Influenza, causador da gripe.

O número corresponde a 266 mil crianças que ainda precisam ser levadas aos postos de saúde para receber a segunda dose. Desde que a vacinação contra a gripe foi iniciada, em 25 de abril, 767 mil crianças nessa faixa etária receberam a primeira dose, e 501 mil retornaram aos postos para receber a segunda.

No Instituto de Infectologia Emílio Ribas, órgão ligado à Secretaria, 64% das crianças vacinadas não voltaram à sala de vacina da unidade para receber a segunda dose da imunização contra o vírus Influenza.

Este é o primeiro ano que as crianças participam da vacinação contra a gripe. Além delas, gestantes, idosos, profissionais de saúde e indígenas foram vacinados em todo o Estado. Para esses grupos, entretanto, diferentemente das crianças, apenas uma dose é necessária.

Os postos de saúde abrem das 8 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. Na capital, as salas de vacina do Instituto Pasteur (avenida Paulista, 393) e dos terminais rodoviários do Tietê e da Barra Funda funcionam das 8 às 20 horas, incluindo finais de semana e feriados.

Mais conteúdo sobre:
gripe vacinação

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.