Uma pessoa muda de sexo pelo SUS a cada 12 dias, diz Ministério da Saúde

Rede pública oferece esse tipo de operação desde agosto de 2008; custo chega a R$ 1,2 mil

Efe

06 Dezembro 2010 | 21h23

BRASÍLIA - Uma pessoa se submete a uma cirurgia de mudança de sexo na rede de saúde pública do Brasil a cada 12 dias, que oferece esse tipo de operação desde agosto de 2008, segundo o Ministério da Saúde.

Dados do ministério no último domingo pelo jornal "O Globo" indicam que, nos últimos dois anos, os hospitais públicos do País realizaram 60 cirurgias dessa natureza, embora tenham problemas para atender o crescimento da demanda.

O jornal cita que, somente no Rio de Janeiro, há pelo menos "130 pessoas na lista de espera".

Apesar de serem realizadas na rede pública, as cirurgias não são totalmente gratuitas, e o custo chega a R$ 1,2 mil, quantia bem inferior aos R$ 30 mil cobrados nos hospitais privados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.