União Europeia adota estratégia conjunta contra a gripe suína

A França havia anunciado, na quarta-feira, planos para transmitir aulas pela televisão caso as escolas fechem

Associated Press,

13 Agosto 2009 | 15h31

AS nações que compõem a União Europeia (UE) adotaram regras conjuntas para o combate à gripe suína, na esperança de evitar decisões contraditórias que possam causar ansiedade no público.

 

O Comitê de Segurança Sanitária da UE, um grupo de especialistas do órgão supranacional e das autoridades sanitárias nacionais, disse que não é necessário promover um fechamento em massa de escolas pela Europa, mas concordou que escolas onde a doença seja constatada devem ser fechadas, para ajudar a retardar a disseminação do vírus.

 

Serra diz que escolas terão de cumprir 200 dias letivos

Escolas recuam e adiam aulas mais uma vez

 

O comitê também advertiu contra "reuniões alternativas de crianças" - uma referência a classes particulares em casa quando enquanto as escolas estiverem fechadas.

 

Estima-se que as crianças sejam particularmente vulneráveis à gripe suína, e que as aglomerações nas escolas podem acelerar a disseminação do vírus.

 

A França havia anunciado, na quarta-feira, 12, planos para transmitir aulas pela televisão se as escolas forem fechadas durante o outono do hemisfério norte, quando se espera que a gripe retorne, na temporada tradicional da gripe comum.

 

Autoridades dos Estados Unidos, na semana passada, aconselharam as escolas a fechar apenas se um grande número de estudantes for infectado.

 

Separadamente, o comitê disse que os cidadãos da UE que forem diagnosticados com a gripe durante uma viagem dentro do bloco devem "limitar o contato com outras pessoas", exceto  para buscar assistência médica. Os que insistirem em voltar para o país de origem poderão ser forçados a usar máscaras de proteção.

Mais conteúdo sobre:
gripe suína

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.