Unifesp recruta voluntários hipertensos para pesquisa sobre efeitos da meditação

Unidade de Medicina Comportamental realizará estudo para avaliar resultados da prática na pressão arterial

Agência Estado

06 de agosto de 2010 | 19h43

SÃO PAULO - A Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) está recrutando voluntários para pesquisa sobre os efeitos da meditação na pressão arterial. Após avaliações clínicas e psicológicas, os selecionados serão submetidos a um treino por 12 semanas.

A Unidade de Medicina Comportamental realizará um estudo para avaliar os efeitos da prática na pressão arterial e, para isso, recruta voluntários de ambos os sexos com idade igual ou superior a 60 anos e portadores de hipertensão.

Os interessados devem entrar em contato com o Departamento de Psicobiologia, pelos telefones (11) 2149-0155 (Ramal 162) e 2149-0162, de segunda a sexta, das 9h às 17h, e aguardar o retorno para agendar uma pré-triagem, a ser realizada no próprio departamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.