Uso de celulares pode provocar câncer, diz OMS

Conclusão pode fazer com que o corpo de saúde da ONU revise orientações sobre o uso desses aparelhos

31 Maio 2011 | 15h27

O uso de celulares pode aumentar o risco de ocorrência de certos tipos de câncer no cérebro, afirmaram especialistas em câncer da Organização Mundial da Saúde (OMS) . De acordo com informação divulgada hoje pela agência Reuters, os especialistas recomendaram que os consumidores pensem em formas de reduzir sua exposição a esses aparelhos.

 

Reunidos em encontro promovido pela OMS, os cientistas informaram que uma análise das evidências científicas disponíveis revelam que o uso de celulares é “possivelmente cancerígeno”. A conclusão  pode fazer com que o corpo de saúde da Organização das Nações Unidas revise suas orientações sobre celulares.

Mais conteúdo sobre:
CâncercancerígenocelularOMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.