Uso e armazenamento de remédios exigem cuidados

Medicamento não ingerido ou guardado corretamente pode até perder a eficácia sobre a doença

estadão.com.br

04 de agosto de 2010 | 15h46

SÃO PAULO - O uso indevido de medicamentos atinge diretamente a saúde das pessoas. Por isso, além de tomar remédios apenas sob prescrição médica, é muito importante ter cuidado na hora de armazená-los e ingeri-los. A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo formulou dicas sobre maneiras corretas para a ingestão e o armazenamento de medicamentos.

O remédio que não é ingerido corretamente tem seu efeito alterado e pode até perder eficácia sobre a doença, prejudicando muito o tratamento. Os medicamentos orais têm várias apresentações: podem ser sólidos orais (comprimidos, sublinguais ou efervescentes), sólidos revestidos, cápsulas (gelatinosa mole ou dura) e líquidos orais.

O comprimido sólido é aquele sem nenhum tipo de revestimento, com aparência áspera. Os revestidos são os que recebem uma cobertura com solução de revestimento, em que a medicação está protegida contra algum tipo de degradação (como luz e umidade). As cápsulas gelatinosas podem ser encontradas na forma mole e dura, e o medicamento se encontra dentro da cápsula.

Os comprimidos sublinguais são aqueles que devem ser colocados embaixo da língua, sem nenhum tipo de líquido. Deve-se apenas aguardar o derretimento da substância que vai diretamente para a corrente sanguínea.

Além desses, existem os comprimidos efervescentes, que devem ser dissolvidos na água. É importante, neste caso, aguardar que o medicamento finalize sua dissolução para iniciar a ingestão.

Já os medicamentos líquidos são divididos em três categorias: xarope, solução e suspensão. Nesse caso, a recomendação é que, quando o líquido for suspensão, deve ser agitado antes da ingestão, pois a medicação fica suspensa na solução líquida.

Ingestão com água

Todos os comprimidos devem ser ingeridos com um pouco de água, exceto os sublinguais. As exceções são indicadas pelo próprio médico que receitou a medicação. A água é o líquido mais indicado, pois não altera a ação terapêutica do remédio. Nunca faça a ingestão com bebida alcoólica.

A importância de se tomar o medicamento com água é devido ao tempo que o produto leva para chegar ao trato gastrointestinal. Quando se faz a ingestão sem água, o comprimido inicia sua degradação antes do previsto, o que o faz perder sua eficácia.

"É muito importante que as pessoas tenham a consciência de ingerir e armazenar corretamente os medicamentos. Só assim é possível garantir a eficácia do produto para aquilo que foi indicado", afirma o farmacêutico Adivar Cristina, diretor industrial da Fundação para o Remédio Popular (Furp), laboratório oficial da secretaria.

Armazenamento

Além de ingerir os remédios corretamente, é importante que eles sejam armazenados de maneira adequada. Jamais devem ser guardados no banheiro (por causa da umidade, que altera as condições dos comprimidos), no porta-luvas dos carros (onde há calor excessivo) ou expostos ao sol e à luz.

"Os medicamentos podem ser levados em bolsas e mochilas, desde que armazenados em suas embalagens originais, ao abrigo da luz e sem calor excessivo", explica o farmacêutico.

Em caso de dúvida, procure sempre o médico que fez a prescrição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.